Agentes de compliance do Estado do Paraná recebem código de ética da Controladoria-Geral

Todo órgão ou entidade da administração direta tem um servidor responsável por desenvolver essa nova cultura em seu local de trabalho e ser um ponto de apoio para outros servidores no combate à corrupção e a condutas inadequadas.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Todos os servidores públicos têm a obrigação da conduta honesta e íntegra. Porém, os agentes de compliance têm que ficar ainda mais atentos a possibilidades de desvio de conduta. Para eles a Controladoria-Geral do Estado (CGE) preparou o código de ética específico de sua atuação, disponível na página do órgão.

Esse agente, o Compliance Officer, foi criado com a lei 19.857/2019, que implantou o Programa de Integridade e Compliance do Estado do Paraná. Todo órgão ou entidade da administração direta tem um servidor responsável por desenvolver essa nova cultura em seu local de trabalho e ser um ponto de apoio para outros servidores no combate à corrupção e a condutas inadequadas.

Com o código, o agente de compliance assina o Pacto de Integridade e o Termo de Responsabilidade e Confidencialidade. Santos disse que as assinaturas reforçam a importância do papel do agente e seu compromisso em denunciar qualquer procedimento lesivo ao Estado, bem como analisar as vulnerabilidades à corrupção dos procedimentos executados pelo órgão ou entidade em que trabalha.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Continue lendo

Mais Notícias

Inscreva-se para receber novos conteúdos

Enviar mensagem
Olá! Se preferir, inicie o atendimento via WhatsApp