Curitiba volta para bandeira laranja após escalada de casos de covid-19

A capital estava desde o dia 25 de setembro em bandeira amarela.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Após uma alta significativa dos casos de covid-19 em Curitiba, Curitiba anunciou que volta, a partir já desta sexta-feira (27), para a bandeira laranja – com medidas intermediárias, por pelo menos sete dias. A capital estava desde o dia 25 de setembro em bandeira amarela. Nesta quinta-feira (26), Curitiba registrou 1.604 novos casos e 18 novos óbitos, a situação ficou ainda mais preocupante. Veja aqui o decreto 386, publicado nesta sexta-feira.

Durante a campanha, Rafael Greca e a prefeitura de Curitiba chegaram a negar a bandeira laranja após as eleições. Segundo o órgão, tratava-se de uma fake news.

Atividades suspensas

– Estabelecimentos destinados ao entretenimento, a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, tais como casas de festas, de eventos ou recepções, incluídas aquelas com serviços de buffet, bem como parques infantis e temáticos;

– Estabelecimentos destinados a eventos técnicos, mostras comerciais, congressos, convenções, entre outros eventos de interesse profissional, técnico e/ou científico;

– Bares e atividades correlatas;

– Fica vedada a realização de encontros e confraternizações de grupos corporativos. As confraternizações devem se restringir a pessoas do mesmo grupo familiar, que residam no mesmo domicílio.

Funcionamento com restrições

– Atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais: das 9 às 20 horas, em todos os dias da semana;

– Shopping centers: das 8 às 22 horas, em todos os dias da semana;

– Restaurantes e lanchonetes: das 6 às 22 horas, em todos os dias da semana, inclusive na modalidade de atendimento de buffets no sistema de autosserviço (selfservice);

– Circos, teatros, cinemas e museus: das 6 às 22 horas, em todos os dias da semana, ficando proibido o consumo de produtos alimentícios e de bebidas pela plateia;

– Feiras de varejo e feiras livres: das 6 às 22 horas, em todos os dias semana.

– Comércio varejista de hortifrutis, quitandas, mercearias, distribuidoras de bebidas, peixarias e açougues: de segunda-feira a domingo, sem restrição de horário.

– O funcionamento dos parques e praças fica condicionado ao cumprimento de protocolo específico, conforme determinado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Nos parques e praças, fica permitida exclusivamente a prática de
atividades físicas individuais com uso de máscaras.

Devem operar com no máximo de 50% de sua capacidade

– Hotéis, resorts, pousadas e hostels;

– Callcenter e telemarketing: a partir das 9h (exceto os vinculados a serviços de saúde ou home-office, que podem funcionar com capacidade normal).

FONTE: Tribuna do Paraná.

Continue lendo

Mais Notícias

Inscreva-se para receber novos conteúdos

Enviar mensagem
Olá! Se preferir, inicie o atendimento via WhatsApp